“Bis” para “O Canto da Floripes”

Conforme programado, realizou-se no último sábado, dia 6 de maio, o 2º Encontro de Coros de Olhão, designado “O Canto da Floripes”, numa organização da Universidade Sénior com o apoio da Freguesia de Olhão.

Na Biblioteca Municipal – José Mariano Gago - estiveram representados “Os Monchiqueiros”, da Confraria do Medronho de Monchique; “As Camponesas”, de Castro Verde; e, claro, o Grupo Coral da Universidade Sénior de Olhão que protagonizou a primeira apresentação pública dirigida pelo novo maestro, Jorge Alves.

A assistir às cinco canções – todas tradicionais portuguesas - interpretadas por cada grupo, uma sala completamente cheia. Mais de uma centena de espetadores escutou, apreciou e ovacionou fortemente as várias atuações.  

Nesta tarde memorável, João Pereira foi o apresentador de serviço, conduzindo o espetáculo com a voz ímpar e a excelência profissional que o caracterizam.

Antes das atuações, Cândida Cativo, reitora da USO, deu as boas vindas aos grupos. No final, cada coro foi presenteado com um certificado de participação e uma réplica do célebre Caíque “Bom Sucesso”, entregue a cada responsável de grupo.

Nas intervenções da tarde, falou a vereadora Gracinda Rendeiro, em representação do Município de Olhão e, a terminar, em jeito de despedida “até para o ano”, tomou a palavra o presidente da Freguesia de Olhão, Luciano de Jesus, que se congratulou com a grandeza do evento e com a felicidade que todos tinham estampada no rosto.

Seguiu-se um lanche-convívio, no Real Marina Hotel, onde todos os participantes trocaram conhecimentos acerca dos seus grupos e das suas terras.

Os grupos convidados, provenientes de Monchique e de Castro Verde, revelaram-se “encantados”, não só com a Biblioteca como com o Hotel e toda a paisagem oferecida pela nossa Ria Formosa.

Se tudo correr bem, para o ano haverá mais. Expectantes, aguardaremos pelo 3º Encontro de Coros de Olhão em 2018.

08.05.2017