Bartolomeu Constantino: anarquista revolucionário recordado em palestra

No último sábado, dia 22 de abril, aconteceu, no Auditório da Praceta de Agadir, mais uma tarde cultural promovida pela Universidade Sénior de Olhão, com o apoio da Freguesia de Olhão. Desta vez, no âmbito das comemorações do 25 de abril, celebrou-se a liberdade, recordando Bartolomeu Constantino, um olhanense que foi um histórico revolucionário do início do século XX.

A reitora da Universidade Sénior, Cândida Cativo, deu as boas vindas a todos e apresentou o orador convidado: Manuel Pereira - Engenheiro Técnico de Eletrotecnia e Máquinas aposentado que, há vários anos, é cronista do Jornal “O Olhanense” e se tem dedicado à investigação sobre cultura, património, questões sociais, tradições e costumes algarvios.

Manuel Pereira explanou muito bem, ainda que de forma sucinta (não poderia ser de outra maneira, a considerar pela plenitude de acontecimentos), a vida do anarco-sindicalista e primeiro revolucionário de que há memória em Olhão, que foi Bartolomeu Constantino.

Assim, perante uma plateia que rondou as três dezenas de atentos e interessados ouvintes, o palestrante foi historiando as origens e a vivência, não só em Olhão como também pela zona de Lisboa e por quase todo o país, do revolucionário olhanense.  

Manuel Pereira evidenciou que, como anarquista que era, Bartolomeu Constantino sempre questionou o porquê de tantas desigualdades sociais, o porquê da terra ser tão mal distribuída… “uns com tanto, outros com tão pouco”, tendo-se rebelado contra estas injustiças em muitas manifestações que lhe valeram a prisão por variadíssimas vezes.

No essencial, a palestra evidenciou que figuras históricas como Bartolomeu Constantino servirão sempre de exemplo às gerações vindouras, pela coragem e determinação em servir e defender o próximo.

Para encerrar a tarde, o presidente da Freguesia de Olhão, Luciano Jesus, agradeceu o empenho de todos e a Manuel Pereira em especial, oferecendo, como marco deste dia, uma miniatura do caíque “Bom Sucesso”.

24.04.2017